Cirurgia Plástica

Prótese de silicone – Lisa, Poliuretano ou Texturizada?

Você sabia que o físico das próteses de silicone não é igual? Além da diferença na composição do prótese de silicone, formato, perfil e tamanho que conjuntos nós já sabemos, elas dispersem na textura. Atualmente no Brasil todas os próteses têm a mesma composição: gel coesivo de silicone. Apesar disso, existem alguns tipos de superfície a disposição no mercado. Assim como os tamanhos de Prótese de Silicone.

Entre elas, as próteses Lisa, Poliuretano e Texturizada .

Prótese Lisa: não é mais comercializada, mas existem pacientes que apresentaram silicone com este tipo de exterioridade que aumenta os chances de contratura capsular;
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Prótese de Poliuretano: Tem a superfície parecida com um velcro e entre as três, a que tem menores chances de contratura capsulado. Tem maior aderência, diminuindo as chances de rodeamento (quando a prótese “vira” no seio);
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Prótese Texturizada: Este nome, pois sua extensão é rugosa, reduzindo os chances de contratura capsular e nega, além de uma maneira de cicatrização mais fugaz.

Prótese  de poliuretano e prótese texturizada

Existem três tipos de implantes de silicone existentes no mercado: poliuretano e texturizada.

Prótese texturizada: tem a superfície mais rugosa, o que permite maior aderência com os tecidos vizinhos da mama.

Assim a cicatrização é mais rápida, além de apresentar menores chances de contratura capsular. Entre as vantagens da prótese texturizada, podemos destacar:

  • Superfície mais utilizada pelos cirurgiões plásticos.
  • Menos de 10% de chance de desenvolver contratura capsular.
  • Bom custo benefício se comparada a superfície de poliuretano.
  • Prótese de poliuretano: a mais moderna do mercado, sendo coberta por uma camada externa de poliuretano vulcanizado, também possibilita uma aderência muito maior aos tecidos da pele, sendo a que tem menores chances de desenvolvimento de contratura capsular e rejeição.

Superfície de poliuretano

Como já vimos, o prótese lisa deixou de ser comercializada, graças aos grandes índices de contratura capsular e rejeição. A boa notícia é que a extensão de poliuretano é uma liberdade muito melhor, pois permite que o silicone fique parecido com velcro, garantindo a adesão às fazendas internos. Este fator diminui os esboços presentes na prótese lisa. Apesar disso, não são contextos os cirurgiões plásticos que utilizam a superfície de poliuretano, dando preferência a texturizada, graças ao custo-benefício.

Vantagem que cercam o implante de Poliuretano

  • Melhora na durabilidade e aderência das próteses.
  • Reduz em até 2% as chances de a paciente desenvolver contratura capsular.
  • Tem maior aderência, minimizando os riscos de seroma(acúmulo de líquido abaixo da pele, próximo à cicatriz cirúrgica).

É importante informar, que o face de poliuretano é indicada principalmente para pacientes com aptidão à flacidez, que tenham tido filhos e padecedor ganho e redução de peso. Vale ressaltar que a implantação pode ser sentido e palpado com facilidade em doentes magros durante o pós-operatório, mas como ele adere muito rápido, ao fim deste período, o silicone estará integrado ao corpo.

Prótese de superfície lisa

A prótese de superfície lisa. Como já disse antes, ela não é mais comercializada, mas existem muitas enfermos que colocaram silicone com este tipo de implante. Quando a superfície do prótese tem essa textura, não apresenta boa aderência ao contínuo do corpo, aumentando os chances de rejeição e contração capsular. Estes são alguns dos motivos pelos quais esse face deixou de ser utilizada.

Para mais informações acesse: Cirurgia plástica bh

 

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *